Quinta, 28 de Janeiro de 2021
69 9 9285-1040
Coronavírus CORONAVÍRUS

Rondônia - UTIs de 5 hospitais chegam a 100% da lotação para pacientes com Covid-19

Mais de 110 pessoas estão internadas em UTIs da rede pública de saúde. Rondônia contabiliza mais de 82 mil pessoas diagnosticadas com a doença desde o início da pandemia.

06/12/2020 13h35
Por: AlvoNotícias Fonte: g1
Rondônia - UTIs de 5 hospitais chegam a 100% da lotação para pacientes com Covid-19

Leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública de saúde destinados a pacientes com Covid-19 de cinco hospitais de Rondônia chegaram a 100% da lotação, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) na última sexta-feira (4).
Ao todo, 113 pessoas estão internadas na UTI com Covid no estado. Dessas, 65 estão em Porto Velho, 27 em Cacoal, 9 em Ariquemes, 6 em Ji-Paraná, e 2 em Vilhena. Estão com lotação máxima as unidades de saúde:
 

Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro - Porto Velho
Samar - Porto Velho
Assistência Médica Intensiva - Porto Velho
Hospital Urgência e Emergência - Cacoal
Hospital Cândido Rondon - Ji-Paraná
 
O Cemetron, em Porto Velho, e o Hospital Municipal Sandoval de Araújo Dantas, em Jaru, têm um leito de UTI disponível, cada.
 

Leitos em Ji-Paraná
 
Dez leitos de UTI foram liberados para Ji-Paraná pelo Ministério da Saúde e cinco entraram em operação na última sexta-feira (4). No entanto, em menos de 24 horas, quatro leitos foram ocupados, e segundo o diretor do Hospital Municipal, a estimativa é que até o final deste sábado (5) todos eles estejam ocupados.
 
Covid-19 em Rondônia
 
Em todo o estado já foram diagnosticadas mais de 82 mil pessoas com o novo coronavírus desde o início da pandemia. Dessas, 1.589 morreram em decorrência da doença, sendo 836 somente em Porto Velho.
Julho foi o mês com o maior número de casos diagnosticados, e desde então a quantidade de novos casos diários vinha diminuindo. No entanto, no mês de novembro os números voltaram a subir, com quase três mil pacientes que o mês anterior. A média de casos ativos também cresceu, chegando a apresentar um aumento de 13% entre outubro e novembro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.