EX-JOGADOR

URGENTE - Site diz que Ronaldinho Gaúcho acaba de ser preso com passaporte falso no Paraguai

Informação foi confirmada pela Revista Veja.

04/03/2020 22h50Atualizado há 1 mês
Por: AlvoNotícias
Fonte: VEJA/MSN

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi preso na noite desta quarta-feira 4, quando tentou usar um passaporte falsificado em um hotel na cidade de San Lorenzo, nos arredores da capital do Paraguai, Assunção. A informação foi divulgada em primeira mão pela jornalista local Soledad Franco e confirmada por VEJA.

Ex-jogador teve o seu passaporte confiscado em 2018 por conta do não pagamento de uma multa ambiental

De acordo com informações do site Diário de La Nación, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi detido na noite desta quarta-feira (4) no Paraguai por estar com um passaporte falso. O site informa que, segundo o Ministério do Interior do Paraguai, o documento foi encontrado na suíte onde o pentacampeão com o Brasil em 2002 está hospedado.

Ronaldinho Gaúcho desembarcou em solos paraguaios na manhã desta quarta para participar de dois eventos, sendo inclusive recepcionado com grande festa no país vizinho. Ao chegar no Aeroporto Silvio Pettirrossi, em Luque (região metropolitana da capital Assunção), o ex-jogador teve uma recepção calorosa dos fãs, que precisou ser contida pelo policiamento.

De acordo com informações do jornal ABC, Ronaldinho Gaúcho participará de dois eventos no salão de festa do Iate & Golf Club Paraguaio. A primeira delas será o lançamento de um programa social, organizado pela Fundação Fraternidade Angelical, e posteriormente lançará um livro que conta a sua história.

No acordo feito entre países do Mercosul ficou definido que não é preciso apresentar visto para entrar em países da América do Sul. Como está sem passaporte, o ex-jogador precisou de um passaporte paraguaio para entrar no país.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
ROLIM NET FIBRA
Últimas notícias
Mais lidas