Quarta, 21 de novembro de 2018
69 9 9285-1040
Direito e Justiça

22/05/2017 ás 19h06 - atualizada em 13/06/2017 ás 22h50

AlvoNotícias

Alvorada do Oeste / RO

Ministério Público Federal denuncia Lula no caso do sítio de Atibaia
Segundo a denúncia, o ex-presidente se beneficiou de R$ 1,02 milhão em benfeitorias no sítio, que era frequentado por ele.
Ministério Público Federal denuncia Lula no caso do sítio de Atibaia







Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no sítio em Atibaia (SP) com Léo Pinheiro, sócio da OAS



A força-tarefa da Operação Lava Jato denunciou mais uma vez o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda (22) –desta vez, sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro no sítio de Atibaia (SP).


Além de Lula, foram denunciadas outras 12 pessoas –entre elas, os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht, da empreiteira Odebrecht; Leo Pinheiro, da OAS; o pecuarista José Carlos Bumlai; e o proprietário formal do sítio, Fernando Bittar.


Segundo a denúncia, o ex-presidente se beneficiou de R$ 1,02 milhão em benfeitorias no sítio, que era frequentado por ele.


As reformas teriam sido pagas pelas empreiteiras Odebrecht e OAS.


O dinheiro veio, segundo a denúncia do Ministério Público, de contratos das empreiteiras na Petrobras, e repassado como vantagem ilícita ao ex-presidente.


Para a Procuradoria, o sítio pertencia, na realidade, a Lula, e foi comprado em seu benefício.


Esta é a quarta denúncia contra Lula na Operação Lava Jato -e a sexta a que o petista responde sob acusação de corrupção.


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium