Sábado, 22 de março de 2019
69 9 9285-1040
Direito e Justiça

15/02/2019 ás 20h12

AlvoNotícias

Alvorada do Oeste / RO

PGR recomenda ao Supremo enviar inquérito sobre Valdir Raupp à Justiça do Rio
Como Valdir não se reelegeu senador em 2018, perdeu o direito ao foro privilegiado.
PGR recomenda ao Supremo enviar inquérito sobre Valdir Raupp à Justiça do Rio

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recomendou nesta sexta-feira (15) ao Supremo Tribunal Federal (STF) enviar o inquérito sobre o ex-senador Valdir Raupp (MDB-RO) à Justiça Federal do Rio de Janeiro.





O pedido foi encaminhado ao ministro Edson Fachin, relator do inquérito. Como Valdir não se reelegeu senador em 2018, perdeu o direito ao foro privilegiado.




A PGR argumenta que os crimes investigados aconteceram no Rio de Janeiro e, por isso, recomenda o envio do processo para a Justiça carioca.




Raupp é suspeito de participar de esquema de corrupção envolvendo a Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira. Segundo a denúncia do Ministério Público, o ex-senador teria recebido propina para a execução das obras na usina hidrelétrica pela empresa.




O grupo Odebrecht e a Construtora Andrade Gutierrez teriam feito o compromisso de repassar até R$ 20 milhões em propina e, de acordo com os delatores, um dos beneficiários dos valores era o então senador Valdir Raupp.




Na época da abertura do inquérito, Valdir Raupp afirmou que "recebeu com tranquilidade" a citação nas declarações de "delatores que no desespero falam e ninguém pode impedir".




Em fevereiro de 2018, o delator e ex-executivo da Odebrecht Henrique Valladares afirmou em depoimento que Valdir Raupp pediu que a empresa contratasse seu sobrinho para trabalhar no consórcio da usina hidrelétrica Santo Antônio.




Apesar de não ter sido contratado, Henrique Valladares disse que o sobrinho de Valdir recebeu pagamento do consórcio entre Odebrecht e Andrade Gutierrez.


 






 




FONTE: g1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium