Sexta, 17 de agosto de 2018
69 9 9285-1040
Polícia

01/08/2018 ás 17h02

AlvoNotícias

Alvorada do Oeste / RO

CHOCANTE: Acusado de matar garota em Chupinguaia teria tentado desmembrar o corpo
Autor confesso do crime que abalou o Cone Sul está foragido.
CHOCANTE: Acusado de matar garota em Chupinguaia teria tentado desmembrar o corpo

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta quarta-feira, 1º de agosto, em Vilhena, o delegado Núbio Lopes de Oliveira revelou que é ainda mais chocante o crime que abalou o Cone Sul no dia 08 de julho: o assassinato, a facadas, da adolescente Anna Karolyne dos Santos, 19, na cidade de Chupinguaia.



O autor do crime, Luan Wudask do Nascimento, de 23, chegou a se apresentar à polícia, foi ouvido e liberado. Pouco depois, ele fugiu da região é hoje é considerado foragido. Autoridades responsáveis pelo caso continuam em diligências, na tentativa de localizá-lo para cumprir o mandado de prisão contra ele.



Ao abordar o homicídio, o delegado disse que Luan já foi indiciado por várias ações que agravam o crime: feminicídio, meio cruel, ação que não permitiu à vítima se defender e motivo fútil, além de dissimulação. Contra ele também pesa a acusação de tentativa de “destruição de cadáver”.



Núbio explicou que Luan matou a ex-esposa por asfixia e, depois, ainda teria tentado esquartejar o corpo. A necropsia indica que o cadáver de Anna apresentava marcas de cortes e não de perfurações, como se divulgou anteriormente. Para o investigador, os sinais revelam a tentativa de desmembramento do corpo.




VERSÕES CONFLITANTES



O delegado, que também ouviu o pai do acusado, disse que ele teria apontado como causa do assassinato, o fato de a garota, de quem Luan estava separado há uma semana, ter iniciado relacionamento contra outro homem. Na versão desta testemunha, o filho teria agido porque a garota teria ameaçado “tomar a guarda” da filha dos dois.



Já Luan contou, ao ser interrogado, que foi à casa da ex e iniciou uma discussão com ela sobre a guarda da menina, de 1 ano e 11 meses. O acusado disse que a ex-companheira, com quem ele namorava desde os 14 anos dela, teria tentado lhe atacar com uma faca. Conforme a versão apresentada, ele teria tomado a arma e usado contra a moça.



 CRIANÇA NA CENA DO CRIME



O delegado não sabe precisar se criança viu a mãe ser morta, mas garante que ela estava na residência no momento em que foi assassinada. A menina teria passado o fim de semana com os pais de Luan e devolvida pouco antes do ataque fatal.



O MOTIVO REAL



Núbio disse que a motivação do crime seria o ciúme exagerado do rapaz. Ele se irritava quando a companheira conversava com os próprios parentes do sexo masculino. 



Uma semana antes de matá-la, Luan teria se irritado com o fato de Anna ter bebido cerveja numa festa realizada na casa da mãe dela. Ele chegou a ir embora do evento e, no dia seguinte, quando a jovem foi para a casa, acompanhada de sua mãe, o assassino confesso rompeu de vez o relacionamento.



Como Anna não tinha onde morar após a separação e já havia começado a trabalhar, sua mãe alugou a quitinete onde ela foi morta.

FONTE: rondoniaovivo/FOLHADOSULONLINE

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium