Sábado, 15 de dezembro de 2018
69 9 9285-1040
Política

18/07/2018 ás 22h14

AlvoNotícias

Alvorada do Oeste / RO

Presidente do PSB sugere auditoria minuciosa no governo do estado e volta a pedir prisão de Confúcio Moura
Temor é de que teme que o atual governador Daniel Pereira seja responsabilizado por ato da administração Confúcio a quem atribui desmandos e pede prisão.
Presidente do PSB sugere auditoria minuciosa no governo do estado e volta a pedir prisão de Confúcio Moura

Porto Velho, Rondônia - O presidente regional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Mauro Nazif, sugeriu esta semana em entrevista ao Jornalista Arimar Souza de Sá, que o Governador Daniel Pereira (PSB) mande fazer urgentemente uma auditoria interna no governo do estado, para que possa separar o joio do trigo.


De acordo com o ex-prefeito de Porto Velho, a realidade do governo do estado é bem diferente do que prega Confúcio e precisa ser colocada a limpo. Ainda na opinião do dirigente partidário, a auditoria já deveria ter sido feita nos primeiros dias do governo de Daniel Pereira, para evitar que o atual governador responda por compromissos duvidosos assumidos por Confúcio Moura e que precisam ser devidamente investigados.


Ainda durante a entrevista, Mauro Nazif voltou a sugerir a prisão de Confúcio Moura por possíveis responsabilidades em processos, compras e aquisições feitas durante o governo do emeebista, que suscitam dúvidas quanto aos procedimentos. Perguntado sobre algum exemplo destas possíveis irregularidades, o ex-prefeito de Porto Velho disse que é só a Polícia investigar o pagamento em duplicidade da ponte no contorno viário de Ji-Paraná, denunciada pelo deputado Hermínio Coelho (PCdoB) e comprovada pelo Ministério Público, e um terreno adquirido pelo governo do estado na margem esquerda do Rio Madeira, em Porto Velho, no ano de 2014 para abrigar os atingidos pela grande enchente, que tem indícios de superfaturamento.


Sobre o mandato de Daniel Pereira, mostrando um certo desconforto com relação a forma como o correligionário governador vem trabalhando, Mauro Nazif sugeriu ao chefe do executivo que tome frente de todos os processos e que comece a administrar com independência, não aceitando ingerência do antigo governador. Lembrou que o atual governo não é mais comandado pelo MDB e, por conta disso, os comissionados indicados por Moura e pelos comandantes da sigla de Valdir Raupp deveriam ser imediatamente exonerados, abrindo espaço para o PSB e seus aliados, que vivem lhe pedindo para serem prestigiados na governança peesebista.


A entrevista foi ao ar na segunda-feira, 16, no programa Rondônia em debate, pela TV Gazeta, em rede para todo o estado através do grupo SGC de televisão e rádio.

FONTE: tudorondonia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium