Quinta, 20 de setembro de 2018
69 9 9285-1040
Política

17/04/2018 ás 18h48

AlvoNotícias

Alvorada do Oeste / RO

Cassol acusa Confúcio Moura de arruinar finanças de Rondônia e deixar estado com dívida impagável
O povo de Rondônia não merece isso”, reagiu Cassol.
Cassol acusa Confúcio Moura de arruinar finanças de Rondônia e deixar estado com dívida impagável

O senador Ivo Cassol (Progressistas-RO) revelou nesta terça-feira (17), em audiência pública, na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, documentos recebidos da Secretária de Finanças do Estado de Rondônia em que o ex-governador Confúcio Moura assumiu uma dívida que alcança quase R$8 bilhões com o Banco Beron e que deverá ser paga até 2048. De acordo com o Cassol, o pagamento da dívida estava suspenso depois que ele, na época governador do Estado entrou no Supremo Tribunal Federal questionando os valores. Ocorre que em outubro de 2017, Confúcio Moura, mesmo antes da decisão final do STF, reconheceu a dívida que saltou de R$ 2bi para quase R$8 bilhões.


Na avaliação do senador Ivo Cassol a confissão da dívida inviabiliza o estado economicamente. “Peço desculpas a quem defende esse governo do Confúcio Moura, mas esse governo devia estar na cadeia, nós vamos ficar como o Rio de Janeiro, totalmente endividados, por incompetência e ingerência desse governador.  Faz 4 anos que eles não pagam a dívida porque eu entrei na Justiça quando era governador, e o STF suspendeu, e agora, ele assume essa dívida, uma confissão, esse pessoal tinha que ser preso, isso é inaceitável. O povo de Rondônia não merece isso”, reagiu Cassol


 

O parlamentar alertou que com a confissão, O total da dívida de RO projetada pela Secretária do Tesouro Federal vai para R$ 19 bilhões. “São 3 orçamentos do estado, isso é um absurdo. Ficaremos inviabilizados, sem condições de pedir nenhum financiamento ”, criticou Ivo Cassol. Uma das alternativas defendidas pelo senador é que o governo federal não reconheça essa dívida e aguarde o posicionamento do STF. “Eu sempre recomendei que ele brigasse no Supremo até o fim, mas o que ele fez, preferiu quebrar o estado de Rondônia”, finalizou. ?

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium