Terça, 14 de agosto de 2018
69 9 9285-1040
Economia

31/01/2018 ás 01h22

AlvoNotícias

Alvorada do Oeste / RO

Piscicultura de Rondônia desperta interesse comercial da Bolívia
A piscicultura é a atividade que mais cresce no estado.
Piscicultura de Rondônia desperta interesse comercial da Bolívia

Com cenário pra lá de promissor, Rondônia é hoje o maior produtor de peixe em água doce criados em cativeiro, são mais 84 mil toneladas por ano, boa parte dessa produção vem de tanques de pequenas propriedades rurais. A piscicultura é a atividade que mais cresce no estado, Com os investimentos que acontecem em toda cadeia produtiva, a meta é chegar 90 mil toneladas e não está longe de atingir essa margem, o volume de produtores investindo em tanques aumentou em todas as regiões de Rondônia.

E dentro do planejado pela equipe de trabalho do governador do Estado Confúcio Moura um entusiasta da piscicultura foi inaugurada na última segunda-feira (29), a primeira agroindústria de beneficiamento de peixe de Rondônia, localizada na linha 202, gleba 27, lote 94, sitio Itanhomi, distante 10 quilometros da sede do município de Vale do Paraíso, região central do Estado. A Agroindústria familiar Rodrigues produz mensalmente 4 toneladas por mês de processamento e comercialização de tambaqui, pirarucu e pintado, de propriedade do jovem Elivelton Rodrigues que juntamente com sua família gera 14 empregos diretos, além de agregar em torno do empreendimento 10 famílias que produz o pescado dentro do projeto de sustentabilidade.

E dentro do planejado pela equipe do governo do Estado, a secretária Executiva Regional de Governo polo IV Maria Araújo de Oliveira, agendou a visita do empresário boliviano Richard Rosalles proprietário de restaurante e piscicultura na cidade de Cochabamba, que conheceu “in loco”, todo o processo de beneficamente do peixe que consiste na limpeza, evisceração, cortes, filetagem, embalagem, armazenamento e transporte.

O jovem empreendedor Eliverton Rodrigues ensinou todos os cortes nobres ao empresário boliviano que ficou impressionado tamanha agilidade em obter cortes que certamente é o diferencial para o consumidor final. Eliverton explicou que uma das formas de otimizar a operacionalização e a rentabilidade da agroindústria será a utilização total do animal na produção. Desde o filé, a parte mais nobre, até as vísceras terão destinação visando o aumento da renda. Dessa forma, a regra é não desperdiçar nada, encontrando soluções e mercados para comercializar todos os produtos possíveis.

O principal produto e com maior valor é o filé é comercializado congelado. Com a extração do filé e as costelas (no caso o peixe tambaqui) as sobras de peixe não utilizadas são preparadas para ser vendidas como iscas de peixe, uma forma de aperitivo. 


FONTE: Secom – Governo de Rondônia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium